segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Hélène Grimaud plays Bach






 



"Não há qualquer controvérsia sobre a urgência da nossa situação de hoje. Mas seria um erro em relação a Bach, como nada mais que um homem do seu tempo, para testemunhar a nossa - porque Bach está sempre em processo de se tranformar. Mesmo na sua própria vida, iludio os seus contemporâneos, que viam nele uma relíquia do passado e não um profeta de todos os tempos e para todas as pessoas."
(Hélène Grimaud)

"There is no longer any dispute over the urgency of our situation today. But one would be mistaken in regarding Bach as no more than a man of his time bearing witness to ours – because Bach is always in the process of becoming. Even in his own lifetime, he eluded his contemporaries who saw in him a relic of the past, not a prophet for all times and all people."
(Hélène Grimaud)
 


 

Sem comentários:

Enviar um comentário